Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2017

A central de alarme de incêndio

Imagem
Quando falamos de uma central de alarme de incêndio, estamos falando de uma tarefa complexa que envolve desde uma avaliação criteriosa de equipamentos até o treinamento correto dos funcionários que farão a operação!
O número de detalhes a serem observados são grandes: envolvem, por exemplo, questões de atendimento à legislação, a qualidade dos aparelhos e as funções que se espera que a central execute. O atendimento desses e de outros requisitos garantem a confiabilidade do projeto e tendem a diminuir o prejuízo em caso de incêndio.
No Brasil, todos os sistemas de detecção e alarme de incêndio devem ser projetados e instalados de acordo com a norma técnica ABNT NBR 17.240, e de acordo com o coordenador da Comissão de Estudos de Sistema de Detecção e de alarme de incêndio da ABNT. Também é preciso seguir as legislações específicas de cada região.
Fonte: revista incêndio edição 119

Esteja sempre preparado em caso de emergência

Imagem
O que fazer para estar sempre preparado durante possíveis quedas de energia elétrica? Ter uma dúzia de velas no armário já não é mais a solução ideal!
As luminárias e os blocos de iluminação de emergência são equipamentos indispensáveis para o dia a dia de quem busca segurança para a residência, empresa ou comércio.
A principal função desses dispositivos é: garantir a luminosidade do ambiente em casos de quedas de energia elétrica, evitando o uso de velas e outros dispositivos que oferecem riscos ao local e pessoas ali presentes.
Esses equipamentos também são indicados para situações de prevenção e combate contra incêndios. Nessas ocasiões, são necessários pontos de iluminação que sirvam de orientação às pessoas, prevenindo acidentes e permitindo que o local seja evacuado rapidamente e de forma segura.
Os modelos desenvolvidos para atender ambientes residenciais e corporativos são diferentes.


Equipamentos de iluminação de emergência autônoma
As luminárias e blocos de iluminação autônoma pos…

Botijão de gás vazando! E agora?

Imagem
Detectar um vazamento é essencial para garantir a sua segurança e de todos ao seu redor.
Se sentir um cheiro muito forte de gás, passe uma esponja com água e detergente ou sabão na base do registro. Se aparecerem bolinhas, há um vazamento. NUNCA utilize fósforo, vela ou isqueiro para verificar se há um vazamento, pois há o risco de explosão.
Ao detectar vazamento, mantenha a calma e siga as instruções a seguir.
– Afaste todas as pessoas do local;
– Feche a alavanca que permite a circulação do gás para fora do botijão;
– Se a chave de eletricidade FOR DO LADO DE FORA DA CASA, desligue-a;
– Desconecte a válvula de saída de gás do regulador de pressão. Se o vazamento persistir, leve o botijão para um local arejado e aberto, sempre manuseando-o na vertical;
– Não mexa em interruptores e nem ligue ou desligue aparelhos eletrônicos e qualquer outra coisa que possa produzir faísca;
– Não fume, nem acenda fósforos e isqueiros;
– Abra as janelas e portas para deixar o ar circular;
– Em casos mais grave…