Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2018

Por que é importante proteger as mãos?

Imagem
A mão é uma ferramenta importante em praticamente todos os tipos de trabalho. Por conta da sua importância, assim como para a vida cotidiana, é necessário ter certos cuidados com esses membros para garantir a sua proteção e funcionalidade. Há uma série de fatores que podem levar à ocorrência de acidentes. Além da falta da atenção que muitas funções exigem, é preciso ficar em alerta ao tipo de proteção que será usado (dependendo do ambiente), material ou produto envolvidos e todos os processos que envolvem a funções do trabalhador. Por exemplo: não adianta utilizar uma luva de borracha se irá mexer com metal ou madeira, que podem soltar farpas e perfurar a mão. É preciso que a luva seja de um material mais resistente. O mesmo vale ao mexer com eletricidade: o trabalhador precisa de uma luva de proteção condutiva para realizartrabalhos em contato com partes energizadas. Mas de nada adiantará o uso de equipamentos se não existir o treinamento e a consciência de sua importância durante o t…

Quais as diferenças entre os graus de queimadura?

Imagem
“Uma queimadura solar é de primeiro ou segundo grau”? “Queimei a mão na panela e levantou bolha: é uma queimadura de primeiro grau”? Antes de tudo, precisamos dizer que é sempre importante correr para o médico em caso de acidentes com queimaduras. Mas é sempre bom já estar atento aos diagnósticos de cada tipo de queimadura. Quem nunca sofreu uma? Mesmo que seja leve e pequena, sabemos que esse tipo de problema é doloroso.  O que muita gente não sabe é que as queimaduras nem sempre são térmicas (causadas pelo fogo). Elas também podem acontecer por químicos, componentes elétricos, radiação, frio e até por fricção. Mesmo com causas diferentes, a classificação das queimaduras é a mesma e varia conforme a gravidade e profundidade do ferimento: - Primeiro grau: são queimaduras causadas na superfície da pele. São as menos problemáticas, causando apenas irritação e vermelhidão na pele. - Segundo grau: atinge a camada de plasma sanguíneo, causando, além da dor e vermelhidão, bolhas. - Terceiro grau

Placas de saída de emergência: importantes ou não?

Imagem
Quando falamos de segurança no trabalho, imediatamente vem à nossa mente os equipamentos de proteção individual (EPIs). Mas garantir a segurança vai muito além. Há uma série de medidas necessárias no ambiente para que ele contribua, juntamente com os EPIs, para manter todos seguros.
Um exemplo disso são as placas e símbolos de sinalização. Elas facilitam a organização no ambiente de trabalho, indicando normas e sinalizando possíveis perigos, além de orientar em casos de emergência. A indicação de saídas de emergência e de escadas é uma das sinalizações mais importantes e cobradas em qualquer estrutura.
Placas de saída de emergência Essas placas facilitam o escoamento de pessoas em situações de emergência e de tensão, como em incêndios, por exemplo. Normalmente é composta pelo desenho de uma pessoa saindo por uma porta e uma flecha na direção que deve ser seguida.
Sinalização de segurança para escadas São semelhantes às placas de saída, mas elas apontam e identificam a presença de escadas…

Quais as causas de acidentes mais comuns?

Imagem
Acidentes de trabalho causam lesões corporais que podem, permanentemente ou por um período de tempo, interromper o trabalho.
Em 2016, foram cerca de 578,9 mil casos de acidentes de trabalho registrados, de acordo com Anuário Estatístico do Ministério da Previdência Social (AEPS). São eles:
Quedas: provocados por escorregões e desequilíbrios. Também é um resultado comum em caso de falta de equipamentos de segurança indicados para determinados trabalhos, como em grandes alturas, por exemplo.
Objetos: provocados por queda de objetos que atingem pessoas, ou que cortam, perfuram, pressionam membros do corpo.
Choques elétricos: provocados pela falta de manutenção de sistemas elétricos e uso inadequado ou ausência de equipamentos no manuseio do estruturas eletrizadas.
Lesões: provocados por movimentos repetitivos, como é o caso da LER.
Queimaduras: provocados por combustão de materiais inflamáveis e agentes químicos.