Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2017

Alarme de incêndio: sistema eficiente é tudo!

Imagem
Por possuírem grande fluxo de carros e pessoas, além de uma enorme quantidade de equipamentos eletrônicos, os edifícios são espaços propensos a sinistros. Um foco de incêndio pode começar a partir de uma simples vela acesa, até um enorme curto circuito. Alguns acidentes são imprevisíveis, mas nada que com um bom sistema de alarme de incêndio não possa identificar rapidamente, tornando mais ágil a extinção ou controle do fogo.
Não é difícil encontrar matérias em jornais, de prédios que apresentaram focos de incêndio e os moradores apenas perceberam ao ver a fumaça, ou sentir o cheiro, sem que o alarme tenha mostrado efetividade no aviso do perigo que estava por vir. Entretanto, é essencial que o síndico esteja atento à legislação e às medidas de segurança anti-incêndio, assim como suas soluções em alarmes e detecção de incêndio a partir de aparelhos disponíveis no mercado, para garantir que os moradores consigam evacuar a tempo de um possível desastre.

COMO SABER SE O SISTE…

Dicas de prevenção: parte 2

Imagem
A falta de informação é o principal fator pelo qual acidentes ocorrem. Por isso, leia atentamente a segunda parte das dicas de prevenção de incêndio dadas pelos Bombeiros e compartilhe com a sua família!
Você sabia que parte dos incêndios têm origem na rede elétrica? Não perca tempo!
Faça agora mesmo a revisão das instalações de sua casa e previna seu lar e sua família de surpresas desagradáveis.
REDE ELÉTRICA

- Certifique-se que as instalações elétricas de sua residência seguem os padrões indicados e está corretamente dimensionada para o uso; - Evite o uso de plugues “T” ou benjamins. Não ligue diversos aparelhos numa mesma tomada; - Desligue aparelhos elétricos e eletrônicos sempre que sair de casa; - Evite as populares “gambiarras”. Se precisar fazer a manutenção da rede, chame um eletricista.
Em caso de incêndio
- Nunca jogue água em aparelhos energizados; - Se for um princípio de incêndio, utilize extintores de CO2 ou Pó Químico Seco; - Se não conseguir extinguir o fogo, saia do imóve…

Dicas de prevenção - parte 1

Imagem
A falta de informação é o principal fator pelo qual acidentes ocorrem. Por isso, leia atentamente as dicas de prevenção de incêndio dadas pelos Bombeiros e compartilhe com a sua família! Assim vocês poderão evitar incêndios ou saber como agir em caso de sinistro.


INSTALAÇÃO DE GÁS:

- Os botijões devem obrigatoriamente ficar fora da residência, em local ventilado;

- Não instale botijões próximo de ralos ou desníveis. O gás é mais pesado que o ar e pode se acumular nestes espaços. com risco de explosão;

- Feche o registro quando sair de casa;

- Em apartamentos, o botijão não pode ficar no interior do imóvel. Use gás encanado somente;

- Atente para a validade da mangueira e do registro. Caso suspeite da segurança de sua instalação, faça a troca dos equipamentos.



EM CASO DE EMERGÊNCIA:

Caso sinta o cheiro característico do gás, há indícios de vazamento! Siga,então as dicas abaixo:


- Abra portas e janelas para ventilar o espaço;

- Não acenda o interruptor da luz ou use qualquer objeto que p…

O acidente de trabalho

Imagem
Conforme o artigo 19 da Lei nº8.213/91:

"Acidente de trabalho é o que ocorre pelo exercício do trabalho a serviço da empresa ou pelo exercício do trabalho dos segurados referidos no inciso VII do art. 11 desta lei, provocando lesão corporal ou perturbação funcional que cause a morte ou a perda ou redução, permanente ou temporária, da capacidade para o trabalho".

Com uma média de 700 mil registros anuais de acidente de trabalho, o Brasil ocupa o 4º lugar em número de ocorrências de acidentes de trabalho, perdendo somente para a China, índia e Indonésia.

Em 2015, por exemplo, o Anuário Estatístico de Previdência Social somou um total de 612,6 mil acidentes, dentre eles, 2500 de óbito, sendo a região sudeste a responsável por 53,9% dos registros.

Apesar de serem números expressivos, eles ainda não apresentam a dimensão total do problema, o que significa que boa parte dos acidentes não são registrados na CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho), permanecendo invisível às estat…