Dicas de prevenção: parte 2


A falta de informação é o principal fator pelo qual acidentes ocorrem. Por isso, leia atentamente a segunda parte das dicas de prevenção de incêndio dadas pelos Bombeiros e compartilhe com a sua família!

Você sabia que parte dos incêndios têm origem na rede elétrica? Não perca tempo!
Faça agora mesmo a revisão das instalações de sua casa e previna seu lar e sua família de surpresas desagradáveis.

REDE ELÉTRICA

- Certifique-se que as instalações elétricas de sua residência seguem os padrões indicados e está corretamente dimensionada para o uso;
- Evite o uso de plugues “T” ou benjamins. Não ligue diversos aparelhos numa mesma tomada;
- Desligue aparelhos elétricos e eletrônicos sempre que sair de casa;
- Evite as populares “gambiarras”. Se precisar fazer a manutenção da rede, chame um eletricista.

Em caso de incêndio

- Nunca jogue água em aparelhos energizados;
- Se for um princípio de incêndio, utilize extintores de CO2 ou Pó Químico Seco;
- Se não conseguir extinguir o fogo, saia do imóvel e acione o CBMSC pelo telefone 193;
- Desligue a rede elétrica da residência.

CIGARROS/VELAS

Cigarros também são vilões da segurança doméstica. Para evitar incêndios, não se deve jogar bitucas de cigarro pela janela ou usar lixeiras ou outros recipientes como cinzeiros. Não abandone cigarros acesos sobre móveis ou fume enquanto manipula produtos inflamáveis.
- Certifique-se de que apagou completamente o cigarro antes de jogá-lo fora;
- Tenha especial atenção ao fumar após ingerir bebida alcoólica;
- Não fume em locais onde há oxigênio encanado. Existe risco elevado de explosão;
- Prefira fumar fora de casa e molhar a bituca antes de descartá-la.
- Mantenha velas longe de materiais que possam pegar fogo (ex: papéis, cortina, sofá, etc). Uma prática que pode diminuir os riscos é a utilização de um prato de vidro/porcelana como suporte para a vela.

MATERIAL INFLAMÁVEL X CALOR

- Não armazene materiais como álcool, gasolina, removedor, querosene, papéis, panos, acetona, óleos e outros próximos a fontes de calor (fogão, fornos, motores e aparelhos elétricos e eletrônicos, aquecedores, lâmpadas, etc);
- Em caso de emergência, saia do imóvel e verifique se todos abandonaram o espaço. Acione o CBMSC pelo telefone de emergência 193.

COMO AGIR EM CASO DE INCÊNDIO

- Abandone a edificação o mais rápido que puder e, se possível, alerte outras pessoas;
- Acione o Corpo de Bombeiros Militar de sua cidade pelo telefone 193;
- Se possível, desligue a rede elétrica e feche o registro da instalação de gás;
- Não permita que pessoas entrem no local em chamas;
- Por mais difícil que seja, MANTENHA A CALMA e siga as instruções do CBMSC.
As dicas são importantes, mas não devemos esquecer de garantir mais segurança para o nosso lar ou empresa investindo nos equipamentos certos.

Acesse o nosso site, tire dúvidas e adquira os melhores equipamentos de segurança: www.zimmex.com.br/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Capacetes: o que cada cor significa?

Você já ouviu falar de piroforicidade?

Quais as diferenças entre os graus de queimadura?