Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2017

Cuidado com as mãos

Imagem
Só em 2014 a Previdência Social registrou 190.423 acidentes de trabalho envolvendo as mãos, dedos e punhos. Número que torna o trio líder em ocorrências de acidentes.
As mãos estão sempre expostas a agressões. As situações de cada profissão são distintas, porém, as mãos de todas as pessoas estão sujeitas a riscos. Incapacitar as mãos reduz a capacidade colaborativa dos funcionários, pois dificilmente haverá uma operação que use somente os olhos.
O maior vilão das mãos são, sem dúvidas, as máquinas e equipamentos. A nova NR-12 traz diversas mudanças quanto à prevenção de acidentes relacionados aos instrumentos de trabalho.
Para que a prevenção seja efetiva num todo, é preciso educar o trabalhador em relação às medidas de segurança, como sobre a importância dos EPIs e cuidados em geral.
Uma observação importante a se ressaltar é que mãos limpas evitam acidentes, pois mãos lubrificadas perdem o poder de pega. Uso de anéis, pulseiras e relógios também pode representar riscos.
Fadiga, inexperiê…

Segurança em eventos

Imagem
Para que não haja imprevistos, o planejamento em grandes eventos deve ser feito com bastante antecedência e deve incluir todas as partes envolvidas para que cada detalhe de segurança seja analisado e alinhado entre organizadores e órgãos públicos.
Dentro desse planejamento, deve-se prever situações como incêndios e brigas. Eles podem tomar grandes proporções se não forem devidamente controlados!
Uma característica importante nesse tipo de prevenção é limitar o número de pessoas que podem ter acesso ao evento, conforme a capacidade do local e perfil de público. Depois, alinhar uma rota de fuga e fornecer o treinamento adequado aos encarregados pela segurança é de extrema importância. A parceria com o poder público também é necessária.
São Paulo, por exemplo, tem uma média de um evento a cada 6 minutos, isso é, 90 mil eventos por ano. Cada um deles deve ser muito bem planejado para que o índice de acidentes não cresça. Todas as análises de riscos devem ser bem observados, pois com tanta co…

Trabalhe sempre com EPI

Imagem
O Anuário Estatístico de Acidentes de Trabalho registrou mais de 700 mil acidentes de trabalho em 2014 no Brasil. Desse total, mais de 400 mil foram referentes a acidentes típicos, ou seja, quando o empregado está exercendo suas atividades laborais. Ou seja: grande partes dos acidentes de trabalho poderiam ter sido evitados se os EPIs e demais meios de proteção estivessem sendo usados.
Assegurar que o ambiente de trabalho seja saudável para o trabalhador, tanto fisica quanto mentalmente deveria ser motivação suficiente para acontecer um sólido investimento em segurança:
Segurança para a melhora operacional do trabalho: é o cumprimento legal, que trata do tema, principalmente, as NRs, e pode gerar multa à empresa e até a suspensão das atividades enquanto não houver adequações para seu cumprimento.
Reflexos sociais: O impacto que a segurança causa é muito positivo, o que acaba refletido no próprio ambiente de trabalho, por meio de empregados que se sentem valorizados e também pela boa imag…

Atenção às estruturas!

Imagem
Além de todos os cuidados essenciais que contribuem na preservação de vidas diante de um incêndio que são: plano de fuga bem elaborado, rotas de emergência, brigadistas bem treinados e equipamentos com manutenção em dia, é preciso também ficar atento às estruturas dos edifícios! Há casos em que o projeto não foi elaborado para suportar as chamas, o que pode causar um colapso antes mesmo de as pessoas conseguirem abandonar o local!
O revestimento das estruturas de aço são barreiras de proteção contra o fogo, sendo imprescindível para se evitar um colapso estrutural durante um incêndio. Por isso, elas merecem uma atenção especial no momento da concepção do empreendimento.
Uma estrutura exposta ao fogo, seja ela de madeira, concreto, alvenaria entre outros, perde a sua capacidade de resistência, por isso, é importante calcular o funcionamento da estrutura tanto à temperatura ambiente quanto em uma situação de incêndio.
Os cálculos estruturais devem ser regidos por normas técnicas brasileira…

Sinalização: uma aliada na prevenção de acidentes!

Imagem
As sinalizações fazem parte da vida de todos, além disso, são um meio de comunicação que nos auxilia no dia a dia!

Imagine o que seria do trânsito, dos locais que recebem grande fluxo de pessoas e dos deslocamentos em emergências sem esses recursos! Um caos, com certeza!

Na visão de muitos especialistas da área, a sinalização bem elaborada e instalada é fundamental para a orientação dos trabalhadores quanto aos riscos existentes nos locais de trabalho e para a adoção correta de determinados procedimentos como, por exemplo, a utilização de EPIs. Por outro lado, alguns profissionais veem o recurso como uma despesa, afirmando que "se o cumprimento da sinalização de segurança fosse efetivo, grande parte dos acidentes nem aconteceriam e que ela deveria, conceitualmente, ser classificada como um EPC (equipamento de proteção coletiva)”.

Mas o real papel da sinalização de segurança esta relacionado à conscientização e educação dos trabalhadores quanto ao comportamento nos ambientes ocupacio…