Atenção às estruturas!

estrutura

Além de todos os cuidados essenciais que contribuem na preservação de vidas diante de um incêndio que são: plano de fuga bem elaborado, rotas de emergência, brigadistas bem treinados e equipamentos com manutenção em dia, é preciso também ficar atento às estruturas dos edifícios! Há casos em que o projeto não foi elaborado para suportar as chamas, o que pode causar um colapso antes mesmo de as pessoas conseguirem abandonar o local!


O revestimento das estruturas de aço são barreiras de proteção contra o fogo, sendo imprescindível para se evitar um colapso estrutural durante um incêndio. Por isso, elas merecem uma atenção especial no momento da concepção do empreendimento.


Uma estrutura exposta ao fogo, seja ela de madeira, concreto, alvenaria entre outros, perde a sua capacidade de resistência, por isso, é importante calcular o funcionamento da estrutura tanto à temperatura ambiente quanto em uma situação de incêndio.


Os cálculos estruturais devem ser regidos por normas técnicas brasileiras, sendo as principais: ABNT NBR 14323:2013 - Projeto de estrutura de aço e de estruturas mistas de aço e concreto de edifícios em situação de incêndio. E a ABNT NBR 15200:2012 - Projeto de estruturas conforme determinados níveis de exigências encontrados nas ITs ( instruções técnicas) de corpos de bombeiros (específicos de cada estado brasileiro).


O nível de exigência contra incêndio de uma estrutura de aço reflete diretamente na espessura do revestimento contra fogo, e portanto, no custo. O que mais impacta esse nível de exigência é a altura da edificação e o tipo de ocupação.


De uma maneira simplificada, pode-se dizer que o nível de exigência é um TRRF (Tempo Requerido de Resistência ao Fogo), apresentado em uma escala que parte do zero (quando não há exigência de proteção) e chega a 180 minutos.


Ressaltando que esse tempo não é real, e sim um valor de ensaio em laboratório. Ele é o número que determina quanto estrutura de um projeto deve manter sua capacidade resistente.


A segurança contra incêndio nas estruturas precisa ser ponderada desde o momento da concepção do projeto da edificação, e cada estrutura deve receber o tratamento necessário conforme o material utilizado na construção. Converse com um engenheiro ou edificador e saiba como proteger a sua estrutura da melhor maneira!


Fonte: Revista Incêndio Edição nº 125

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Capacetes: o que cada cor significa?

Você já ouviu falar de piroforicidade?

Quais as diferenças entre os graus de queimadura?