Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2016

23 países mobilizados pelo Maio Amarelo

Imagem
Desde o dia 1º de maio, o Brasil e mais 22 países estão mobilizados para o Maio Amarelo – um movimento internacional em prol da segurança viária, que atua para salvar vidas nas vias e rodovias de todo o planeta.

A proposta do movimento é colocar em pauta, de forma permanente, o tema trânsito para toda a sociedade, destacando que o trânsito deve ser seguro, em todas as situações para todos; incentivando a participação da população, empresas, governos e entidades, no trabalho de conscientização e prevenção de acidentes.

Em 2016, a campanha elegeu dois temas para o trabalho educativo com os mais diversos setores: o uso do cinto de segurança, sobretudo no banco traseiro, que ainda é muito negligenciado pela população; e também o excesso de velocidade que impacta no aumento de mortes e na gravidade das lesões no trânsito.

A proposta dessa divulgação, de acordo com a Coordenação do Maio Amarelo  é buscar potencializar a reflexão com toda a sociedade sobre esses dois fatores de riscos e que agr…

Bombeiros vão utilizar drones para combater o maior incêndio da história do Canadá

Imagem
Um incêndio florestal de grandes proporções, que avança pela região central do Canadá, já dura vários dias.  O fogo, que começou perto da cidade de Fort McMurray, em Alberta, já desalojou mais de 80 mil pessoas e destruiu 1,6 mil casas e outros prédios.

O governo da cidade afirmou que o incêndio devastou mais de 200 mil hectares e que há grandes chances de continuar crescendo por causa das altas temperaturas, clima seco e fortes ventos.

Mais de 1400 bombeiros, 133 helicópteros e 27 caminhões-tanque combatem os 43 focos de incêndio diferentes que atravessam a província de Alberta. E mesmo com todos os esforços o incêndio continua incontrolável principalmente em 7 focos.

É por isso que os bombeiros estão recorrendo à tecnologia: os drones!

A ideia da equipe é utilizar os drones para sobrevoar as frentes ativas do incêndio e estudar uma nova abordagem ao desastre natural. Os bombeiros esperam conseguir assim saber qual a zona inicial do incêndio e descobrir o que o originou, uma informação q…

Aplicativo para profissionais de elétrica ajuda na prevenção de incêndios

Imagem
O aplicativo “Be-a-Bá da Elétrica” foi desenvolvido para ajudar os engenheiros elétricos a prevenir incêndios domésticos.

No aplicativo, os profissionais encontrarão um “manual de bolso”, com informações gerais sobre a área, como conceitos, normas e diagramas, muito usados no trabalho.

O aplicativo também apresenta uma inovação: uma ferramenta para cálculos de barramentos, fios e cabos e componentes das partidas dos motores elétricos. Além disso tudo possui a facilidade de funcionar em modo off-line no celular ou tablets, ajudando consultas e eventuais cálculos que o usuário precise em campo.

O aplicativo é gratuito e está disponível na App Store e no Google Play ;)

Fonte: http://revistaincendio.com.br/aplicativo-para-profissionais-de-eletrica-ajuda-na-prevencao-de-incendios/

Municípios podem ganhar permissão para organizar brigadas de incêndio voluntárias

Imagem
Os municípios podem passar a organizar brigadas voluntárias para combate a incêndios, é isso que prevê o projeto (PLC 71/2012) aprovado no dia 7 de abril pela Comissão de Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional. A ideia é a de que voluntários auxiliem, sem remuneração, em atividades complementares às do Corpo de Bombeiros.

O projeto também conta com uma emenda para garantir o treinamento adequado dos voluntários, evitando assim que essa pessoas causem danos a si mesmas ou a outras.

Além disso, a cidade que não tiver uma unidade de Corpo de Bombeiros Militar, ou que não seja atendida por alguma unidade de um município vizinho, pode ter um convênio com os Bombeiros para organizar as brigadas voluntárias.

Com isso o Corpo de Bombeiros Militar fica responsável pela coordenação das atividades, pelo treinamento e pela cessão de equipamentos, o que é uma ótima saída para os municípios sem capacidade financeira de arcar com a aquisição e manutenção de equipamentos de combate a incêndio…