Cores e sinalização de segurança

As sinalizações são itens indispensáveis para a segurança do ambiente de trabalho. Elas são usadas para identificar equipamentos e alertar sobre áreas perigosas que ofereçam risco à saúde e vida do trabalhador e a pessoas que circulam no ambiente.

Existem duas normas previstas na legislação que regulamentam e orientam a aplicação das cores e a necessidade das sinalização baseadas nelas, é a NR-26 e a NBR-7195.

NR-26
A NR-26 determina a utilização de cores no ambiente de trabalho. Ela determina que seu uso deve indicar e advertir sobre possíveis perigos existentes. Mas a NR-26 alerta que, mesmo com o uso da sinalização, não se dispensa o uso das outras formas de prevenção de acidentes. Além disso, ainda faz o alerta de que devem ser usados o menor número de cores possível para não correr o risco de distraçãoe a fadiga visual.


NBR-7195
Já a NBR-7195, estabelece especificações para o uso de cada cor. Veja algumas delas:

Vermelho: 
Identificar equipamentos de combate a incêndios e sua localização, inclui-se saídas de emergência. A cor amarela é usada nesses casos juntamente com o vermelho para identificar válvulas, registros e filtros, por exemplo.

O vermelho também é usado para sinalizar paradas obrigatórias e proibições.

Amarela:
É uma cor usada para alertar sobre perigos iminentes, como partes baixas de corrimões, parapeitos e pisos.
O amarelo também é usado em equipamentos de transportes, como empilhadeiras e tratores, para indicar risco de membros presos ou esmagados e queimaduras.

Branco:
Utilizado em faixas de passagem, passarelas e corredores por onde circulam pessoas. Também é utilizada para indicação de sentido e circulação, ao redor de equipamentos de socorro e equipamentos de emergência.

Preto:
Usado para indicar coletores de resíduos, exceto os de origem dos serviços de saúde, que também utilizam a cor branca.

Azul:
Indica ação obrigatória, como o uso de EPI’s em determinado ambiente ou impedir a movimentação ou energização, como “não ligue” “não vire a chave”.

Verde:
Usada para indicar algo que envolva segurança, como a localização de caixa de primeiros socorros, localização de equipamentos de proteção individual ou delimitação de área segura.

Laranja: 
Indica perigo. É usado para mostrar, por exemplo, partes móveis e perigosas de equipamentos, proteção interna de equipamentos elétricos e equipamentos de salvamentos aquático, como bóias, coletes e flutuadores.

Roxo:
Usado para indicar perigo de radiação eletromagnética e nuclear. Será usado em portas que dão acesso a locais que manipulam materias radioativos, recipientes que contenham matéria radioativa ou nuclear, e sinais luminosos que identificam um equipamento que gera esse tipo de energia.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Capacetes: o que cada cor significa?

Você já ouviu falar de piroforicidade?

O acidente de trabalho