Uso de máscara e a proteção respiratória


Alguns perigos do ambiente de trabalho não são vistos: são sentidos. Os problemas respiratórios que ocorrem no ambiente de trabalho, por exemplo, são causados por produtos químicos, resíduos de poeira, gases tóxicos, que podem irritar e prejudicar a capacidade do pulmão e vias respiratórias.

Em toda prática de trabalho com algum nível de periculosidade ou insalubridade relacionada ao ar é recomendado o uso de máscaras. Para cada tipo de ambiente e poluente, há um tipo de máscara indicado.

Há duas classes de máscaras respiratórias: as purificadoras de ar e as fornecedoras de ar, que podem ser semifacias ou abranger o rosto todo.

Máscaras semifacias descartáveis
Cobrem o nariz e a boca e devem estar bem ajustadas ao rosto. Elas costumam ser usadas para a proteção de resíduos de baixa concentração.

Máscaras semifaciais reutilizáveis
Apesar de também cobrirem a boca o nariz, elas são usadas para vapores e gases. Possuem um filtro que pode ser trocado a cada uso da máscara.

Máscaras faciais inteiras
Atendem a uma necessidade de proteção maior, já que cobrem o rosto todo. Elas são usadas em ambientes que possuem resíduos de alta concentração.

Máscaras fornecedoras de ar
Para os ambientes de trabalho que possuem baixa quantidade de oxigênio, ou em que a atmosfera seja altamente perigosa para a saúde humana, são utilizadas as máscaras fornecedoras de ar. Elas são usadas com o auxílio de cilindros que levam oxigênio diretamente para o sistema respiratório.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Quais as diferenças entre os graus de queimadura?

As diferenças entre o sprinkler em pé e o pendente

Sinalização: uma aliada na prevenção de acidentes!